“Se consegue conduzir em Jerusalém, consegue conduzir em qualquer lado”. Foi desta forma que a Intel anunciou em um post no seu blog que a primeira fase da frota de veículos autónomos com 100 carros da Intel e da Mobileye começou a operar nas condições desafiadoras e agressivas do tráfego de Jerusalém.

A escolha da cidade é justificada por causa das estradas não estarem claramente marcadas, por as pessoas andarem fora dos passeios e pela sua condução agressiva.

"Não se pode ter um carro autónomo a andar a uma velocidade excessivamente cautelosa, congestionando o tráfego ou podendo causar um acidente", refere a tecnológica, defendendo que a condução deve ser assertiva e que a tomada de decisões deve ser rápida, “como se fosse um condutor local”.

Intel vai construir frota de 100 carros (quase) totalmente autónomos
Intel vai construir frota de 100 carros (quase) totalmente autónomos
Ver artigo

Os carros estão equipados com 12 câmaras para criar uma visão 360 graus, com oito a servirem para uma visualização de longo alcance, enquanto as outras quatro são para a função do estacionamento. Na segunda fase do processo, que deverá acontecer nas próximas semanas, a Intel/Mobileye vai adicionar sensores LIDAR e radar.

A Mobileye pretende que os seus carros sejam 1.000 vezes mais confiáveis ​​do que um condutor humano e tem como objetivo colocar, até 2021, carros autónomos nível 4 e nível 5 nas estradas. Atualmente, o nível 5 é considerado o topo da escala de automação dos carros, sendo equivalente a um equipamento totalmente independente e capaz de tomar todas as decisões de forma autónoma.

A Reuters informou que a Mobileye assinou um contrato com uma fabricante na Europa para fornecer oito milhões de carros com a tecnologia Mobileye.

Os parceiros da empresa incluem a General Motors, a Nissan, a Audi, a BMW, a Fiat Chrysler, a Honda e a chinesa Nio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.