Investigadores da Google desenvolveram uma ferramenta baseada em machine learning e deep learning capaz de detetar casos de cancro de mama em estado avançado (Metástase), com uma eficácia superior às técnicas utilizadas pelos patologistas através dos métodos convencionais. Para tal, os cientistas treinaram um algoritmo, denominado LYNA (Lymph Node Assistant) para reconhecer as características de tumores em diferentes condições.

Durante os testes, a inteligência artificial consegue distinguir a diferença entre as amostras com células cancerígenas e as que estão limpas com uma eficácia de 99%. Segundo avança o Venture Beat, o sistema consegue detetar até pequenos fragmentos que os testes feitos pelos médicos poderiam deixar passar.

tek IA cancro de mama

Os investigadores referem que o sistema de IA poder tornar-se um ajudante eficaz dos médicos, reduzindo as falhas nos diagnósticos, sobretudo em situações avançadas do cancro, onde a margem de manobra para falhas é mais reduzida.

Ao ser introduzido em prática, o sistema de diagnóstico através de IA poderá libertar os médicos para se dedicarem mais tempo a tratar dos pacientes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.