Os investigadores do MIT criaram um sistema que deteta inconsistências factuais nos artigos do Wikipédia e atualiza-os automaticamente. O objetivo é reduzir o tempo e esforço dos editores voluntários em tarefas manuais. Segundo é avançado, há milhões de artigos que vivem da sua constante edição e atualização, e isso pode significar datas, nomes, números e localizações que podem ficar desatualizados.

O sistema criado pelos investigadores deteta e substitue frases desatualizadas, mantendo a linguagem semelhante à forma como os humanos escrevem e editam as entradas da enciclopédia aberta. Na prática, a inteligência artificial atua como uma espécie de corretor automático para frases mais complexas. Ou seja, os editores escrevem na interface do Wikipédia frases sem estrutura com as informações atualizadas, sem se preocupar com o estilo ou gramática. A IA faz uma pesquisa na rede, localiza as páginas com as frases desalinhadas e reescreve-as com “rigor humano”.

Para o futuro, os investigadores afirmam que há potencial para construir um sistema totalmente automatizado que identifica e utiliza a mais recente informação da internet para corrigir informações de artigos publicados no Wikipédia. A famosa enciclopédia já utiliza sistemas automatizados na edição, mas neste caso para mitigar atos de vandalismo ou para preencher informações pré-definidas em templates.

Os investigadores afirmam que o sistema pode ser utilizado noutros sistemas baseados em texto para criar rotinas automatizadas. O estudo indica que o sistema pode ser utilizado para reforçar bases de dados na procura de situações tendenciosas no treino de ferramentas de fake news.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.