Contando pelo terceiro ano consecutivo com o apoio da Caixa Geral de Depósitos, a versão de 2002 do IRScalc, o programa de cálculo de IRS desenvolvido pela Jurinfor, vai estar disponível para download gratuito amanhã a partir do site da empresa. Mantendo as funcionalidades base do ano passado, a aplicação conta agora com o valor de permitir exportar os dados para um ficheiro que pode ser entregue online no site da Direcção Geral de Contribuições e Impostos.



Depois de já ter tentando incluir essa funcionalidade na versão de cálculo do IRS relativo ao ano fiscal de 2001, o IRScalc 2001, Nuno Machado Mendonça, director geral da Jurinfor, assegura que este ano os utilizadores da aplicação vão poder poupar muito trabalho com a entrega online.



Até agora os utilizadores do IRScalc (e de outras aplicações de simulação, cálculo e preenchimento de declarações de impostos), tinham de duplicar a introdução de dados se quisessem entregar a declaração online. Normalmente os utilizadores do IRScalc utilizavam a aplicação para fazer a simulação do imposto, inserindo depois todos os dados novamente nos formulários electrónicos fornecidos pela DGCI, os únicos aceites no sistema de entrega de impostos online.



Desde Abril deste ano a DGCI abriu à divulgação pública, junto da indústria de software, o modelo de dados necessário para que as empresas introduzissem nas sua aplicações os procedimentos necessários que facilitem a entrega das declarações de impostos através da Internet. O processo, que conta com a mediação da Assoft, a Associação Portuguesa de Software, deverá reflectir-se numa maior facilidade de declaração fiscal através da Internet para indivíduos, empresas e Técnicos Oficiais de Contas.



Depois de ter registado mais de 250 mil downloads do IRScalc 2001, Nuno Mendonça mostra-se confiante quanto à possibilidade de duplicar esse valor este ano face à nova funcionalidade que permite a entrega da declaração online e ao "grande incentivo que vai ser dado para a desmaterialização das entregas". A este número deverá acrescer a distribuição de CD-ROMs com a aplicação na imprensa e ainda as duplicações que possam ser feitas à posteriori, já que qualquer pessoa pode copiar a aplicação.



Em simultâneo com a distribuição gratuita da versão MonoAgregado familiar do IRScalc 2002, patrocinada pela Caixa Geral de Depósitos, a Jurinfor continua a comercializar a versão PROfissional, que suporta uma base de dados até 100 mil agregados familiares e não tem limite de simulações permitidas por cada um, e a MultiAgregado familiar, que garante a possibilidade de gravar até 20 agregados familiares também sem limite nas simulações.



Estas duas versões do IRScalc custam 135 euros e 35 euros (respectivamente para a versão PROfissional e a MultiAgregado), mas existem incentivos ao upgrade de versões anteriores e ainda descontos especiais para os Técnicos Oficiais de Contas. As aplicações deverão estar disponíveis em CD-ROM nas próximas três semanas.

Notícias Relacionadas:

2001-09-15 - Jurinfor apresenta IRScalc2001

2001-04-19 - Jurinfor lança site conteúdos jurídicos

2001-01-03 - Jurinfor bate recordes com downloads do IRScalc2000

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.