A Hisense não quis perder o comboio da tecnologia de ecrãs enroláveis e revelou um novo modelo de Laser TV com suporte desta tecnologia. A revelação foi feita em Pequim, durante o Global Laser Display Technology and Industry Development Forum, com a marca a demonstrar como o seu modelo apresenta um ecrã que pode ser enrolado e guardado na sua própria cabine do televisor quando não está a ser usado. O equipamento fica assim mais integrado na sala de estar, sem ecrãs ou telas a ocupar espaço quando o equipamento está desligado.

Para construir este modelo, a fabricante estabeleceu uma parceria com a Harman Kardon para desenvolver um sistema de som, integrado num móvel de madeira que a Hisense construiu para albergar o televisor.

O televisor oferece uma resolução nativa de 4K com suporte a HDR, uma gama de cores de 107% compatível com o espetro de cor BT.2020, além de oferecer tecnologia Dolby Vision. O seu ecrã enrolável oferece ainda 350 nits de brilho, prometendo boas imagens mesmo em ambientes com bastante luz.

Durante o evento de apresentação, a Hisense destacou que a tecnologia de Laser TV chegou a um ponto de maior maturidade, salientando entre as suas vantagens a proteção do meio ambiente, por libertarem menos carbono. Isso sem descuidar a qualidade de imagem superior e menores danos aos olhos dos utilizadores, reforça a Hisense.

E como tal, espera manter a liderança no sector, com um novo plano de atualização técnica da empresa, espera melhorar o produto em 2024. Reforça ainda que os custos vão ser reduzidos em mais de 40%, e dessa forma provavelmente começar a democratizar a tecnologia, tornando-a mais acessível aos seus clientes. “A Hisense tem como objetivo combinar a Laser TV com outras tecnologias como a Head Up Display (HUD), ecrãs de realidade virtual, ecrãs de cinema, imagens holográficas ou IoT entre outras”, diz no comunicado.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.