“A história do Yoga é tudo sobre os nossos clientes”, destacou a Lenovo na apresentação dos seus novos produtos tecnológicos. A marca referiu que são os seus utilizadores o principal condutor que leva a empresa a criar novos designs e a introduzir tecnologias inovadores nos seus modelos. É nesse sentido que os novos portáteis da linha Yoga procuram destacar-se, introduzindo capas em pele opcionais, de forma a oferecer “uma experiência tátil premium”. Ambos os modelos têm duas cores, em tons brancos e cinzentos, construídos em chassis de alumínio.

Yoga Slim 9i e o conversível Yoga 9i

A fabricante afirma que a base do chassis para o descanso das mãos dos novos modelos Yoga foram construídas, de ponta a ponta, em vidro. No centro, o seu touchpad utiliza um sensor inteligente háptico e há uma aposta num teclado mais confortável, com proteções em borracha para evitar aquecimentos desconfortáveis nas mãos.

No interior de ambos os modelos de 14 polegadas estão os novos processadores da Intel, assim como a chip gráfico baseado na arquitetura X. Em opção, há um modelo maior de 15 polegadas do Yoga 9i com opções do processador Intel Core até ao i9 de décima geração, e uma gráfica NVidia GTX 1650 Ti.

Apostando no entretenimento tanto em casa, como em qualquer lugar, o Yoga Slim 9i apresenta-se como um dos mais finos do mercado, com 13,9 mm de espessura e um peso de 1,26 kg. Tem um ecrã tátil de 4K IPS com um brilho de 500 nits, otimizado por Dolby Vision. O som também foi uma preocupação da fabricante, oferecendo tecnologia Dolby Atmos nas duas colunas frontais do Yoga Slim 9i ou da barra de som rotativa do Yoga 9i. Este modelo beneficia ainda do sistema TrueBlock, que bloqueia a webcam quando não está a ser usada com uma patilha física, localizada na lateral do portátil. Este sistema permite simultaneamente manter a privacidade dos utilizadores e manter a câmara no topo da sua fina moldura.

O Yoga 9i obrigou ainda aos engenheiros da empresa a repensar o sistema de arrefecimento, com novas saídas abaixo do teclado, assim como o aumento da ventoinha atrás da dobradiça rotativa do portátil. E tanto a versão de 14 e 15 polegadas têm também até 16 GB de RAM e 2 TB de SSD PCIe. O modelo de 15 polegadas tem duas entradas Thunderbolt 3 e ainda uma pen, para os profissionais que desejem fazer trabalhos diretos no ecrã tátil do conversível. Já a versão de 14 polegadas tem duas portas Thunderbolt 4 e promete até 18 horas de bateria.

O Yoga Slim 9i tem uma bateria de 63,5 WHr, prometendo uma duração de vida até 20 horas de utilização. Mas o carregador rápido garante mais 4 horas de vídeo a correr localmente com um carregamento de 15 minutos. Este modelo tem 3 entradas USB-C compatíveis com Thunderbolt 4. Na conectividade têm também suporte a Bluetooth 5.1 e Wi-Fi 6.

Quanto à disponibilidade, o Yoga Slim 9i chega em novembro, com preços a começar nos 1.899 euros. Já o Yoga 9i convertível começa nos 1.799 euros para a versão de 14 polegadas e 1.999 euros se optar pelo de 15 polegadas.

Legion Legion Slim 7i

No que diz respeito à sua linha gaming, a Lenovo introduziu o novo Legion Slim 7i, prometendo uma diversidade de placas gráficas desde os modelos NVidia Geforce 960 aos mais recentes RTX 2060. O portátil tem um ecrã de 15,6 e no seu interior tem processadores Intel até i9 de 10ª geração, até 32 GB de RAM DDR4 3200 MHz. Tem ainda 2 TB de SSd M.2 NVMe PCIe.

A fabricante refere que o seu sistema Max-Q Dynamic Boost automaticamente faz um balanço de energia do CPU e GPU, dependente da utilização, seja a jogar ou outras atividades. Essa atividade é gerida, frame a frame, refere a marca, melhorando os framerates dos jogos e uma performance geral de 10%.

O portátil gaming oferece ainda variações distintas no seu ecrã de 15,6 polegadas. Há versões com resoluções até 4K IOS VESA, com 100% Adobe sRGB, com uma taxa de 60 Hz e 600 nits de brilho, o que a empresa indica para os streamers. Para algo mais sério, como os eSports, a fabricante tem uma variente de 144 Hz. Todas elas suportadas por Dolby Vision

O Lenovo Legion Slim 7i chega ao mercado em outubro, com preços a começar nos 1.299 euros. De notar que este computador pode ser acompanhado do Legion BoostStation eGPU, que custa 349 euros, que torna o portátil mais poderoso.

Lenovo Tab P11 Pro e Smart Clock Essential

O novo tablet da Lenovo promete ser o mais poderoso do universo Android, garante a fabricante. Apresenta um ecrã OLED de 11,5 polegadas com uma resolução de 2K (2560x1600) suportado por Dolby Vision e tem 500 nits de brilho. Tem quatro colunas JBL embutidas em câmaras de 2,5cc com otimização para Dolby Atmos. Os seus algoritmos prometem uma experiência cinematográfica… na palma da mão.

O tablet será comercializado com um teclado e uma pen opcionais, e promete 15 horas de utilização com uma carga. No interior tem um processador Snapdragon 730G da Qualcomm, 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno. A câmara frontal desbloqueia o sistema na presença do utilizador, sem a necessidade sequer de tocar no equipamento.

A fabricante apresentou ainda o seu novo relógio inteligente, o Lenovo Smart Clock Essential, numa versão melhorada, suportado pelo Google Assistant. O relógio tem mais elementos no ecrã, compostos para facilitar a leitura, podendo ser visto de qualquer ângulo ou ajuste de brilho. Tem agora luz noturna para iluminar a zona da mesa de cabeceira.

O novo tablet chega ao mercado em novembro a começar nos 699 euros, enquanto que o relógio começa nos 59,99 euros, com lançamento em setembro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.