A terceira experiência de voto electrónico em Portugal, que hoje se realizou em nove freguesias do continente, teve um resultado muito positivo, confirmou Diogo Vasconcelos, gestor da Unidade Missão Inovação e Conhecimento ao TeK. O projecto piloto foi conduzido pela UMIC em conjunto com o STAPE (Secretariado Técnico dos Assuntos para o Processo Eleitoral) e contou com a participação de mais de nove mil eleitores.

As nove freguesias onde se realizou a expriência - Mangualde, em Viseu, Mirandela, em Bragança, Paranhos, no Porto, S. Bernardo, em Aveiro, S. Sebastião, em Setúbal, Salir, em Faro, Salvador, em Beja, Santa Maria de Belém, em Lisboa e da Sé, em Portalegre – têm entre 120 a 130 mil eleitores inscritos, mas menos de 10 mil acederam hoje a votar duas vezes,experimentando aquele que pode ser o processo futuro de voto, através de equipamentos que registam as preferências do eleitor e comunicam os resultados aos servidores centrais.

O número de eleitores que participaram na experiência situou-se entre os 25 e os 82 por cento do total de eleitores destas nove freguesias que hoje votaram, já que a taxa de abstenção ultrapassou os 60 por cento. Em Faro, na freguesia de Salir, oitenta por cento dos eleitores que compareceram no acto eleitoral repetiram electronicamente o seu voto, na melhor resposta de todas as conseguidas neste piloto.

Durante as próximas semanas deverão ser conhecidos mais dados sobre esta experiência de voto electrónico que pretendia sobretudo testar a receptividade dos eleitores aos novos sistemas, até porque a própria Lei Eleitoral não permite ainda que se utilize o voto electrónico para registar as preferências dos eleitores.

Diogo Vasconcelos mostra-se satisfeito por se ter aqui cumprido mais um dos items incritos no Plano de Acção para a Sociedade da Informação, mas sobretudo por se ter colocado na agenda uma questão que actualmente já não tem desafios tecnológicos. "Cabe agora aos decisores políticos reflectirem sobre a forma de dar maior conveniência ao voto", explicou Diogo Vasconcelos ao TeK, não adiantando previsões sobre as possibilidade de inclusão do voto electrónico na Lei Eleitoral.

Lembrando que poucos países usam já o voto electrónico de forma generalizada, sendo o Brasil um caso de sucesso, o gestor da UMIC admite que já seria um passo importante que os eleitores portugueses pudessem votar em qualquer mesa de voto, independentemente da freguesia onde estão inscritos, e que os emigrantes tivessem a possibilidade de votar na mesma data que os outros eleitores.

Adesão muito positiva
A adesão dos eleitores ao novo sistema foi muito boa, com 97 por cento dos que responderam às perguntas que finalizavam o processo de voto a afirmarem que gostaram do novo modo de votação e 93 por cento a afirmarem preferir este sistema ao tradicional boletim de voto, indicam os dados entretanto apurados. Os resultados políticos, da selecção dos partidos, não serão divulgados, até porque estes votos colocados nas urnas electrónicas não têm validade legal.

Para além deste pequeno questionário, presente nas máquinas, a EuroExpansão realizou ainda um inquérito presencial que contou com respostas de mais de 80 por cento dos eleitores que experimentaram o novo sistema e que nas próximas semanas deverá enriquecer o estudo realizado com mais informação.

Os três sistemas utilizados nesta experiência, fornecidos por três parceiros tecnológicos, estiveram à altura do projecto-piloto. A excepção aconteceu numa máquina de validação da Multicert, em parceria com a PT Inovação, que durante as primeiras horas da manhã não estava a validar os cartões, impedindo a utilização de uma mesa de voto.

Este problema informático terá impedido uma maior participação nessa freguesia do Porto, mas de resto o processo decorreu sem problemas, garantiu ao TeK fonte da UMIC. Às 19.30 estavam apurados os dados da participação e respostas às perguntas colocadas nas máquinas e poderiam ser conhecidos os dados das votações nas nove freguesias se fosse esta a intenção da experiência.

Notícias Relacionadas:

2004-06-13 - Eleitores de nove freguesias experimentam voto electrónico

2004-06-02 - Voto electrónico experimentado em Portugal com três parceiros tecnológicos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.