Quando tanto se fala de robots que vão substituir as pessoas e roubar empregos, a Adecco em Portugal desenvolveu um agente que está a ajudar a recrutar pessoas, simplificando algumas tarefas no processo de análise de informação e preenchimento automático de dados. Chama-se Manuel e é o primeiro projeto de Robotic Process Automation da Adecco Portugal, uma empresa de recrutamento especializada em selecionar pessoas e em soluções de recursos humanos.

O Manuel está a trabalhar desde setembro e as suas tarefas estão para já focadas em áreas muito definidas, que são a análise da Base de Dados, interação com os candidatos e verificação e preenchimento automático de anúncios de empregos em alguns websites. Em entrevista ao SAPO TEK,  Vanda Santos, diretora da área de Serviço e Desenvolvimento da Adecco, explica que a ideia foi usar a tecnologia para tarefas repetitivas e mais administrativas, onde estes robots podem ser muito mais rápidos a analisar informação do que os humanos. Para já a empresa já registou um aumento de 10% na produtividade desde setembro.

"Em média temos 100 candidatos registados por dia no portal e desses 50% não preenchem logo toda a informação na fase inicial", explica Vanda Santos. É aqui que entra em ação o Manuel, enviando um email a pedir o preenchimento dos dados.

O robot de software nunca se identifica e por isso para os candidatos não é perceptivel que não estão a tratar com um humano, mas dentro da Adecco o Manuel é um colega acarinhado. Foi explicado que o "novo empregado" da Adecco Portugal não ia substituir ninguém mas que seria um apoio, e a integração correu de forma simples, garante a diretora da área de serviço e desenvolvimento.

Este é um projeto de curto e médio prazo, um piloto, que já tem ideias para desenvolver, fazendo com que o Manuel possa tratar mais tarefas num futuro próximo. "Já estão identificadas novas tarefas, vamos mudar para processos cada vez mais importantes e para maior diversidade de tarefas", explica Vanda Santos ao SAPO TEK, detalhando que poderá ser usado para análise curricular, em identificação de hard skills. Mas nunca servirá para finalizar um processo de recrutamento. "Dificilmente algum dia um robot pode substituir um consultor, justifica.

Projeto que gera interesse

Não são apenas os candidatos da Adecco Portugal que não sabem que estão a receber emails de um robot, ou a responder a anúncios que são preenchidos pelo Manuel. Também para grande parte dos clientes da empresa o processo é transparente, mas os que sabem ficam curiosos e querem perceber como funciona esta mecânica de Robotic Process Automation. "Estamos na vanguarda com este projeto", afirma Vanda Santos, que explica que também a nível de outras subsidiárias da Adecco há interesse neste projeto e que Espanha já está a trabalhar numa iniciativa semelhante.

Manuel
créditos: Adecco

A ideia foi lançada no ano passado pela diretora geral da Adecco Portugal e a implementação foi feita com o envolvimento da área de serviços e da área técnica. Vanda Santos e Thiago Silvestre, Business Optimization Specialist, são os "pais" do Manuel, que até é conhecido por Manuel Santos Silvestre para referir a origem parental.

O projeto durou cerca de dois meses antes do Manuel entrar em "produção", com o levantamento de especificações e definição clara de tarefas e desenho de processos. Depois foi desenvolvido com o UiPath, o software de automação de processos robóticos e mais do que o tema da tecnologia a mais valia é a ligação ao processo operacional da Adecco, refere Thiago Silvestre.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.