A empresa de software de segurança McAfee lançou um alerta sobre um novo vírus que é o primeiro identificado como infectando ficheiros de imagem em formato JPEG. O W32/Perrun não causa danos e não está ainda disseminado, sendo considerado de baixo risco.



A McAfee avisa que diferente de outros vírus que apagavam ou modificavam ficheiros de imagens, entre os quais se contam o "Naked-wife" e o "Kournikova", o Perrun não faz qualquer alteração à imagem infectada, pelo que o utilizador pode não tomar conhecimento de que o seu computador está infectado.

Enquanto que os anteriores vírus apagavam ou modificavam arquivos de dados o Perrun infecta-os. Para iniciar a infecção do computador, este vírus exige um executável que modifica o Registry e inicia o processo de anexação a ficheiros JPEG com extensão .JPG. Os ficheiros JPEG infectados não podem autoreplicar-se em máquinas nas quais não tenha sido instalado o ficheiro executável que altera o Registry.

Segundo a McAfee, o Perrun abre um precedente perigoso para a criação de vírus semelhantes com poder elevado de destruição. E como o formato JPEG é muito utilizado na Web, praticamente todos os internautas estão potencialmente expostos a este tipo de vírus.

Notícias Relacionadas:

2001-12-27 - Vírus e worms vão aumentar ainda mais em 2002


2001-12-20 - Novo worm Reezak disfarça-se de animação flash de Boas Festas enviada por email



2001-12-18 - Apesar do aumento da troca de postais electrónicos, a ameaça dos vírus permanece



2001-12-07 - Vírus Goner com impacto económico mais reduzido do que esperado



2001-09-17 - Criador de worm Anna Kournikova comparece em tribunal

2001-03-07 - Vírus "Naked Wife" destrói Windows

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.