A IDC voltou a rever em alta as suas previsões relativas ao fabrico de tablets esperado para 2012 e 1013. Até ao final deste ano a empresa estima que o fabrico de tablets atinja os 117 milhões de unidades, em vez dos 86 milhões anunciados no final do ano passado e dos 107 milhões anunciados em março deste ano.



Para 2013 as previsões voltam também a ser revistas em alta pela segunda vez, apontando agora para uma produção de 166 milhões de unidades, contra os 142 milhões anunciados no primeiro trimestre deste ano.


Já em 2016, o fabrico de dispositivos tablet baseados nos vários sistemas operativos disponíveis deverá chegar às 261 milhões de unidades, refere o novo estudo da empresa.


"Apesar das atuais preocupações económicas na maioria das regiões do mundo, os consumidores continuam a comprar tablets em número recorde, e estamos a prever uma procura particularmente forte para o último trimestre deste ano" afirmou num comunicado da IDC Tom Mainelli, diretor de pesquisa da divisão de Mobile Connected Devices da empresa.


Quanto à divisão da quota de mercado dos tablets de acordo com o sistema operativo, a IDC refere que o iPad irá dominar as vendas até ao final deste ano, conseguindo 60% das vendas, com tendência para baixar ligeiramente até 2016 - cujas previsões apontam para uma quota de 58%.


Os tablets baseados em Android, que até ao final de 2012 podem representar 35% do mercado, deverão descer a sua quota para 30,5% em 2016, indicam as previsões a IDC.


Quanto aos tablets baseados no Windows, a IDC mostra-se cautelosa nas previsões, indicando que até ao final deste ano não deverão representar mais do que 4% do mercado, juntando os atuais modelos com Windows 7 e as versões com Windows 8 e Windows RT.


"Os tablets com os novos sistemas operativos Windows 8 e Windows RT, incluindo os próprios tablets Surface (da Microsoft), trarão algum momentum ao mercado" refere a analista da IDC Jennifer Song que, no entanto, prevê uma "produção baixa" durante o último trimestre de 2012.


Segundo a IDC, os tablets baseados no Windows poderão representar uma quota de mercado de 11% em 2016. O quadro seguinte resume as novas previsões da IDC para o mercado dos tablets, até 2016:

[caption]Mercado dos tablets vai crescer mais do que o previsto - refere a IDC - quadro de previsões[/caption]


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.