A Microsoft já disponibilizou uma correção para a falha detetada no Internet Explorer 6, 7 e 8 e anunciada nos últimos dias de dezembro. A resolução de segurança é provisória e não dispensa a instalação das atualizações que vão ficar disponíveis nas próximas semanas.

A falha era explorada pelos piratas informáticos de forma direcionada. Os ataques só eram possíveis depois de os utilizadores desprotegidos serem levados a visitar uma determinada página Web que contem malware. O site do Council of Foreign Relations, um organismo norte-americano que trabalha conteúdos de âmbito internacional, estava a ser usado neste esquema conhecido como Watering Hole.

O aviso da Microsoft para a vulnerabilidade chegou no dia 29 de dezembro e em cinco dias desenvolveu num "reparo" temporário que deverá corrigir de forma significativa o bug encontrado.

A atualização fica disponível numa altura em que dados da Net Market Share indicam que o Internet Explorer 8 foi o browser mais utilizado no mês de dezembro de 2012, superando o IE 9 - mas esta versão não está sujeita à falha descoberta.

Com uma quota de utilização a rondar a casa dos 23%, à qual se juntam mais 6,5% do Internet Explorer 6 e 2 % do Internet Explorer 7, são ainda muitos os utilizadores que estão sujeitos a ataques do mesmo estilo caso a correção não seja instalada. O fix pode ser descarregado aqui.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.