A Microsoft revelou hoje mais pormenores acerca da sua nova tecnologia Windows Media Digital Rights Management (DRM), que integrará novas funcionalidades que lhe permitirão proteger conteúdos digitais em dispositivos móveis e criar redes domésticas à prova de pirataria.



Esperado há cerca de uma ano, este software de gestão de direitos digitais a que foi dado o nome de código Janus poderá futuramente trazer para os leitores de música portáteis serviços de subscrição de música como o Napster ou o Rhapsody da RealNetworks, actualmente só disponíveis a partir de um PC.



Segundo o noticiado pela imprensa internacional, a tecnologia contém uma espécie de relógio que controla um prazo de validade anexado aos ficheiros de música e vídeo alugados, que funciona mesmo quando estes são transferidos de um computador. Mas, a ferramenta só funcionará com uma nova geração de aparelhos portáteis cujo lançamento no mercado está previsto para os próximos dois a três meses.



A nova ferramenta de gestão de direitos digitais da Microsoft também inclui funcionalidades para proteger conteúdos que sejam descarregados numa rede doméstica, ou até mesmo para bloquear ligações potencialmente "inseguras", como as tradicionais saídas analógicas num aparelho de televisão de alta definição.



O tecnologia agora lançada prevê, segundo a fabricante, "todos os tipos de cenários ", como a protecção, disponibilização e a leitura de conteúdos por subscrição. "Estes cenários alargam o conjunto de dispositivos Windows, incluindo leitores portáteis, Portable Media Centers, telemóveis e PDAs e dispositivos de rede doméstica", refere a Microsoft em comunicado de imprensa.



A gigante do software crê assim que o lançamento do software poderá ajudar a transformar os seus formatos áudio e vídeo em standards para a distribuição de música e filmes, levando a que as pessoas continuem a comprar e a usar o sistema operativo Windows e os seus produtos associados.



A par das novas funcionalidades da tecnologia Windows Media Digital Rights Management (DRM), a Microsoft apresentou igualmente um conjunto de early adopters para a plataforma, onde se incluem a America Online, a Creative, a Disney, a Motorola e o Napster.



Notícias Relacionadas:

2004-04-23 - Bruxelas quer disciplinar gestão de sociedades colectoras e harmonizar sistemas DRM

2004-04-15 - RealNetworks tenta acordo com a Apple na área da música digital

2003-10-03 - MPEG LA avança com plano para licenciamento conjunto de patentes de DRM

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.