A Microsoft prepara-se para implementar um novo laboratório .NET em Portugal onde a investigação e o desenvolvimento de software destinado à gestão autárquica são o foco dos trabalhos a executar. Este centro estará ligado a uma rede de outros centros, incluindo o Microsoft Language Development Centre, onde são criadas as tecnologias de reconhecimento e de síntese da linguagem natural (que será incluído no software a criar).




Denominado Centro de Inovação e Desenvolvimento de Software Autárquico (CIDESA), o laboratório resulta da parceria entre a empresa norte-americana e a Agência de Desenvolvimento Regional, a Universidade de Aveiro, a Associação de Informática da Região Centro e a WRC - Web para a Região Centro.




Entre os objectivos da Microsoft para este novo centro destacam-se a disponibilização de conteúdos técnicos sobre a plataforma .NET, a integração do laboratório na rede Microsoft Innovation Centres, a organização de workshops de divulgação de tecnologias emergentes, a colaboração com parceiros na articulação do centro e a formação avançada em tecnologias produzidas pela empresa.




O protocolo que vai dar origem às novas instalações insere-se nas actividades de cidadania que a Microsoft tem desenvolvido no nosso país, nomeadamente no "no apoio à dinamização de actividades económicas geradas em torno da indústria de software (local software economy)", diz a empresa.




José Fernandes, director do departamento de apoio ao desenvolvimento e academias da Microsoft Portugal, refere que este laboratório vem "dinamizar a economia e melhorar a coesão e qualidade de vida da população" da região centro, enquanto contribui "para o desenvolvimento de soluções inovadoras e para a ligação entre o mundo académico e o mundo empresarial”.




Notícias Relacionadas:

2006-10-13 - Curia recebe novo Centro de Inovação da Microsoft

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.