A organização estimou a visita de 20 mil pessoas para o fim-de-semana do Moche XL Esports e observando a afluência do primeiro dia, facilmente se notou a presença de cerca de 10 mil espetadores para o grande espetáculo de eSports no Altice Arena, em Lisboa. A grande atração foram as partidas ao vivo das primeiras finais nacionais de Counter-Strike Global Offensive e League of Legends, mas o gigantesco pavilhão transpirava a competições a vários níveis.

Competição de eSports em Portugal com 20 mil euros em prémios para oferecer
Competição de eSports em Portugal com 20 mil euros em prémios para oferecer
Ver artigo

Muitos visitantes estiveram presentes no evento para assistir ao seu ídolo Ricardo “Fox” Pacheco, considerado o Cristiano Ronaldo do CS:GO, que esteve em competição com a sua nova equipa, a Tempo Storm. Ainda assim, a equipa não levou a melhor perante a formação ibérica Giants, liderada pelo português Killdream, que em declarações anteriores fazia questão de recordar que a sua equipa tinha três jogadores a representar Portugal e que deveria ser igualmente apoiada. E provou isso na vitória por 2-1, ao fim de mais de duas horas de rondas intensas.

De notar a presença massiva do público, que preencheu por completo os lugares disponíveis no recinto, numa moldura humana como nunca se viu num evento do género em Portugal. Aliás, pelas palavras de Fox, habituado às arenas internacionais, referiu que peca por tardio um evento com as dimensões do Moche XL Esports. O público, ora puxava pelo ídolo português, como também vibrava com a prestação da equipa rival ibérica, que joga a meia-final com os brasileiros Hellraiser.

A competição de CS: GO destaca-se ainda pelo aparatoso palco onde as equipas se digladiaram, num espetáculo “pirotécnico” de fumo e luzes de grande qualidade. Dois ecrãs gigantes nas extremidades mostravam a ação a decorrer, e no central era possível ver o estado da equipa e estatísticas da partida. Sempre que a equipa pontuava, jatos de fumo destacavam a conquista.

Embora a competição de CS: GO, que ocupou metade do Altice Arena, tenha sido a jóia da coroa do evento, merecendo um prémio final de 50 mil dólares, a quantia equivalente foi distribuída pelos restantes torneios, sendo os principais de League of Legends e FIFA, igualmente com alguns dos melhores jogadores nacionais e internacionais. O jogo de futebol contou com equipas como o Sporting Clube de Portugal, Manchester City, AS Roma e os Fnatic.

Em LoL participaram as equipas espanholas Mad Lions E.C. e Penguins, e Portugal viu-se representado pelos For The Win Esports e os K1ck Esports Club.

Um dos palcos secundários mais interessantes foi o de Clash Royale, onde foi construído um pequeno castelo temático ao famoso jogo de smartphones. As competições foram igualmente renhidas e merecedoras de lotação sempre esgotada.

Entre as competições profissionais, todos os visitantes foram convidados a participar em torneios abertos dedicados a vários títulos. O jogo do momento, Fortnite, foi o mais procurado, com os jogadores a tentarem demonstrar as suas habilidades, mas também havia bastante adesão de GT Sport, Rocket League e a tenda militar de Call of Duty: World War II providenciados pela PlayStation, que esteve com uma boa presença no certame. Player Unknown’s Battlegrounds também foi uma das áreas do evento repleto de fãs para competir.

Na área central do recinto de atividades, os visitantes reuniram-se à volta do ecrã gigante com os combates aparatosos de Tekken 7, na versão PC providenciada pela Asus, que aliás esteve presente em diversas áreas do recinto. Filas igualmente bem compostas para experimentar a experiência de realidade virtual de Star Wars na cúpula do Museu Nostálgica.

MOCHE XL eSPORTS: Os desportos eletrónicos atingiram a maturidade em Portugal?
MOCHE XL eSPORTS: Os desportos eletrónicos atingiram a maturidade em Portugal?
Ver artigo

Os fãs da Nintendo puderam participar em torneios de Mario Kart 8 Deluxe e Splatoon 2, e não faltaram mesmo competições para os jogadores old school. Na área de jogos clássicos, podia-se competir no Sensible Soccer no Commodore Amiga, mas também FIFA, da versão Sega Mega Drive. No geral, o espaço retro oferecia diversas máquinas arcade para os visitantes mais velhos matarem a saudade.

À semelhança de eventos como a Lisboa Games Week, que também é organizada pela E2Tech, os visitantes podiam experimentar novos títulos nas diversas consolas presentes no recinto, mas também descansar e aceder à restauração nas áreas reservadas.

No geral, o evento dedicado aos e-sports, e cultura de videojogos em geral, destaca-se pela positiva. A organização experiente e o investimento da Altice, e das diversas marcas patrocinadoras presentes neste Moche XL Party, deram garantias de que pode ser possível colocar Portugal no calendário dos desportos eletrónicos internacionais. Resta esperar pelo balanço final e o anúncio da repetição para o próximo ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.