O SAPO TEK e o SAPO Desporto seguiram de perto as novidades presentes no Moche XL Games World, entre as competições relacionadas com os desportos eletrónicos, como as ativações das diversas marcas que levaram experiências diversificadas para os visitantes. A E2Tech revelou agora os números oficiais do evento, tendo no total dos quatro dias registado acima dos 30 mil visitantes, ainda assim um número aquém dos 40 mil projetados por Pedro Silveira ao SAPO TEK, o CEO da empresa, embora satisfatórios para a primeira edição do novo evento.

“O nosso balanço desta 1.ª edição do MOCHE XL Games World é bastante positivo. Nos quatro dias de evento, conseguimos construir, com os nossos patrocinadores e parceiros, uma viagem inesquecível, reforçando a relação entre o imaginário dos videojogos e o público. Reunimos entusiastas e jogadores, famílias e escolas, a comunidade de criadores e produtores nacionais e internacionais, youtubers e streamers, e os seguidores das figuras marcantes do mundo dos videojogos numa animação constante entre a representação da indústria e as diversas áreas temáticas. Acreditamos que foi mesmo uma experiência de outro mundo e estamos ansiosos por planear a próxima edição”, refere Pedro Silveira em comunicado.

No evento, os visitantes podiam participar na gigantesca LAN Party temática, dedicada a Fortnite, visitar o espaço dedicado à Federação Portuguesa de Futebol Esports, tentar ganhar descontos no Forte da Worten e claro, matar a saudade nostálgica dos salões de arcade dos anos 1980/90.

De destacar ainda o Indie X, que nesta segunda edição premiou Haven como o melhor jogo do evento, obtendo ainda a preferência do júri para melhor arte. No que diz respeito à produção nacional, houve um empate entre Decay of Logos e Outsider. O jogo mais inovador foi Clocker, mas o público votou em Back Then. O melhor jogo recebeu ainda 5.000 euros de prémio, e alguns dos projetos foram expostos a scouts internacionais, com fortes possibilidades de encontrarem editores.

Um dos trunfos do evento foi a vinda de Rami Ismail, considerado um dos maiores evangelizadores de jogos indie a nível mundial, que referiu ter ficado impressionado com a qualidade dos jogos portugueses presentes no evento.

Se não teve oportunidade de estar presente no evento, pode sempre ler a cobertura que o SAPO TEK fez sobre alguns dos espaços para visitar, ou os eSports pelo SAPO Desporto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.