A Fundação Mozilla anunciou a criação de uma subsidiária autónoma que terá como missão “apoiar as suas actividades remuneradas e alargar o uso dos produtos da marca”, explica a fundação no comunicado de apresentação da Mozilla Corporation. Para a nova subsidiária passa toda a responsabilidade com a promoção dos produtos desenvolvidos no âmbito da fundação, quer ao nível do marketing, quer da própria distribuição ao consumidor.

Com a criação desta subsidiária a organização pretende ultrapassar obstáculos legislativos e fiscais que limitavam a sua capacidade de distribuição de produtos e as possibilidades de estabelecer acordos comerciais com empresas privadas.

A organização sublinha que empresa e fundação vão trabalhar para um mesmo objectivo global e garante que os princípios que orientaram a criação do projecto se mantêm actuais.

"A Mozilla Corporation não é uma entidade comercial típica. Ao invés disso, é dedicada ao benefício público e à promoção de uma Internet aberta e acessível para todos", declarou Mitchell Baker, presidente da companhia. De acordo com o executivo, produtos como o popular browser Firefox ou o cliente de email Thunderbird permanecerão gratuitos e de código aberto. Da mesma forma a organização garante que pretende manter o mesmo tipo de relacionamento com parceiros e programadores.

A Fundação Mozilla constituiu-se como start up há dois anos atrás. Desde aí o web browser Firefox, um dos seus produtos mais emblemáticos, conquistou 8,7 por cento da quota de mercado e em todo o mundo já foram efectuados 75 milhões de downloads.

Notícias Relacionadas:
2005-07-29 - Fundação Mozilla apresenta browser para telemóveis

2005-05-13 - Mozilla corrige vulnerabilidades críticas do Firefox

2005-05-10 - Mozzila detalha vulnerabilidades muito críticas no Firefox e aconselha utilizadores

2005-05-02 - Firefox passa a marca dos 50 milhões de downloads

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.