A partir de hoje terá à disposição mais um meio de transporte em Lisboa: a Hive, as trotinetes elétricas da Mytaxi que vão fazer companhia à Lime. São cada vez mais as opções de mobilidade disponíveis nas principais cidades do país e as bicicletas e trotinetas estão a atrair cada vez mais público, sobretudo os turistas.

Para já as Hive estão disponíveis em algumas zonas de Lisboa, fazendo parte de um sistema free-floating, ou seja, são “abandonadas” em qualquer lugar, sem a necessidade de encontrar uma dockstation da marca, como é o caso das bicicletas. No entanto, no final do dia, estas serão recolhidas pela empresa e recolocadas nos pontos assinalados e designados pela Câmara Municipal - cerca de 60 hotspots disponíveis.

Para utilizar a trotinete terá de a desbloquear através de uma app, para tal basta fazer o scan ao QR Code disponível no volante do aparelho. Para já, a Mytaxi prefere não arriscar e cola-se ao mesmo negócio da sua rival Live, ou seja, será preciso pagar um euro para aceder à trotinete, sendo a tarifa de 15 cêntimos por minuto. Apesar do mesmo preço, a empresa acredita que o seu serviço ofereça uma qualidade superior, e o modelo operacional pretende ser diferenciador. Além disso, a empresa defende que nesta altura existe mais cooperação do que competição para alavancar o sector, e mudar as mentalidades das pessoas.

Eckart Diepenhorst, CEO da Mytaxi, refere que a sua equipa trabalhou arduamente durante os últimos três meses, depois de ter decidido entrar no negócio das trotinetes. Um negócio totalmente operacional que arranca hoje, acrescenta, e que tem Lisboa como o primeiro país a receber o sistema de mobilidade. Lisboa foi escolhida pelo seu bom tempo, mas também pelas boas relações com o município, e também pelas condições e flexibilidade tecnológica que a capital tem apresentado nos últimos 10 anos.

Tendo em conta que não se trata do mesmo tipo de negócio que opera hoje com o Mytaxi, o sistema Hive será um complemento, o chamado “last mile vehicle”. Prometem ainda operar um sistema de transporte limpo, sustentável e divertido para a mobilidade urbana. O CEO da empresa promete mesmo que no próximo ano toda a energia de operação da Hive será 100% verde. A operação arrancou com cerca de 120 trotinetas espalhadas pela cidade, mas rapidamente vão estar disponíveis 400.

O vereador da Mobilidade da Câmara Municipal de Lisboa, Miguel Gaspar, salienta a cidade como multicultural, e todo o esforço tecnológico para tornar a capital apetecível a novas soluções de mobilidade, em alternativa ao sistema de transportes públicos tradicionais. “Apenas sentados na mesa e aprender como se faz poderíamos chegar a um acordo. Apenas trabalhando juntos se conseguiria encontrar as melhores opções para o sistema”, salienta o vereador. Mas para tal, foi necessário criar condições de segurança e respeito pelo espaço público, estando sempre abertos a melhorar o ecossistema para o futuro. "Temos um trabalho de educar as pessoas, para largarem as trotinetes nos locais apropriados, antes de tomarmos medidas legislativas mais rígidas", salienta o vereador.

Tiago Ibrahim, que será o responsável do projeto Hive em Portugal, explicou com mais detalhe como funciona a aplicação, que pode fazer o download nas versões iOS e Android. Quando corre a aplicação, irão aparecer no mapa as trotinetes disponíveis, e requisitar o sistema. Há um período de “stand by” quando necessita de parar numa loja, por exemplo. No fim da corrida, terá um registo discriminado do percurso e valores.

Explicando a tecnologia, a trotineta funciona através de um acelerador e travão, referindo que por questões de segurança os utilizadores devem utilizar um capacete e também circular pelas vias reservadas às bicicletas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.