Strauss Zelnick, CEO da Take-Two, deu uma entrevista a CNBC onde aproveitou para falar da nova geração de consolas que está prestes a chegar ao mercado. Entre outras coisas, o executivo aproveitou para afirmar que tanto a PlayStation 5 como a Xbox Project Scarlett permitem que os estúdios criem jogos com visuais muito próximos do fotorealismo.

“Vamos chegar a um ponto em que não seremos capazes de distinguir o que é real daquilo que é criado em computador”, disse. No entanto, e apesar de assumir o salto qualitativo que as novas consolas PlayStation e Xbox representam, Zelnick sublinha também que esta capacidade gráfica não terá de ser necessariamente levada ao limite em todos os jogos. Em séries onde é esperada uma estética realista, como FIFA ou GTA, é provável que seja utilizado todo o poderio das consolas no seu esplendor, mas noutras propostas, como Borderlands, que aposta num aspeto mais cartoon, isso não deverá acontecer.

“Borderlands, por exemplo, é um universo animado e vai ser sempre um universo animado. Mas ainda assim, a possibilidade de podermos pegar em certos títulos, como o basquetebol (NBA 2K) e fazê-lo assumir visuais verdadeiramente live-action é verdadeiramente entusiasmante e dá aos nossos criativos uma nova tela para pintar”, remata.

Ainda não existe data de lançamento para nenhum dos dois sistemas, mas é possível que ambas as consolas venham a ser lançadas já em 2020.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.