Os detalhes são escassos, mas são suficientes para atiçar a curiosidade. Na sua página online, a NASA diz que vai realizar uma conferência esta tarde, na qual pretende apresentar as suas mais recentes descobertas relacionadas com a “lua gelada” de Júpiter, a já afamada Europa.

A agência espacial norte-americana vai revelar os resultados daquilo que descreve como sendo “uma campanha única de observação de Europa”, que produziu indícios da existência de um oceano sob a superfície da lua.

Esta conferência conta com a participação de vários membros da comunidade da astrofísica e da exploração espacial, como Paul Hertz, diretor da Divisão de Astrofísica (NASA), William Sparks, astrónomo do Space Telescope Science Institute, Britney Schmidt, professora assistente da Escola de Ciências da Terra e da Atmosfera (Instituto de Tecnologia da Geórgia, EUA), e Jennifer Wiseman, cientista sénior do projeto Hubble (NASA).

O áudio da conferência é transmitido em direto neste microsite da NASA.

 

Nota de redação: a NASA chegou mesmo a confirmar a exsitência de um oceano líquido sob a superfície gelada de Europa. Imagens do telescópio Hubble captaram imagens daquilo que se suspeita ser géiseres que irrompem da superfície da lua e expelem água quente, vinda do interior do corpo celeste.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.