O centro de investigação de voo NASA Armstrong abriu um concurso que visa conceder contrato a uma ou mais organizações que apresentem soluções de um motor elétrico para uma demonstração de voo. Os planos da agência espacial norte-americana passam por utilizar essas demonstrações para maturar as tecnologias EAP (Electrified Aircraft Propulsion) a serem introduzidas na frota dos Estados Unidos no máximo até 2035. O deadline para as propostas é o dia 20 de abril.

A NASA explica que os sistemas elétricos EAP estão a ser desenvolvidos para substituir, ou melhorar num sistema híbrido, os sistemas de propulsão dos aviões, de forma análogo ao que está a ser utilizado na indústria automóvel.

“O pedido de propostas representa um importante próximo passo na parceria da NASA com a indústria para maturar as tecnologias críticas EAP através da demonstração de sistemas motores de classe megawatt”, salienta Lee Noble, diretor do programa de sistemas de aviação da NASA. Acrescenta que estas demonstrações têm uma forte aplicabilidade nos sistemas motorizados de alta eficiência e sustentabilidade dos aviões, permitindo aos Estados Unidos manterem-se competitivos na próxima geração de aviões comerciais de transporte.

Por outro lado, ao mesmo tempo que procura maturar a tecnologia e proceder a transição para uma frota global, a NASA pretende identificar e corrigir as falhas no regulamento e nos standards necessários, de forma a começar os testes e juntar os dados dos testes de voo necessários para avançar no design e ferramentas de modelação necessárias para produzir futuramente aviões alimentados por EAP.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.