A Comissão Europeia aprovou o mais recente projeto em Inteligência Artificial da Priberam. O NEOSIGHT, escolhido por Bruxelas para financiamento ao abrigo da Fase 1 do PME Horizonte 2020, promete ser o próximo passo na evolução das ferramentas de monitorização de media baseadas em IA desenvolvidas pela empresa de software ao longo dos últimos anos.

A Priberam vai desenvolver o projeto durante os próximos quatro meses, tendo como objetivo a disponibilização no mercado da plataforma de IA para apoiar os processos de monitorização tecnológica e “horizon scanning” de empresas em diversos setores. De acordo com a empresa,  o NEOSIGHT funciona quase em tempo-real e recorre à combinação entre tecnologias como o processamento de linguagem natural e a participação de colaboradores humanos.

O NEOSIGHT é a evolução do INSIGHT (Horizon Scanning and Technology Intelligence), financiado pelo programa Portugal 2020. A plataforma baseada em tecnologias de processamento de linguagem natural, machine learning e deep learning permite a “captura, análise, seleção e disseminação sistemática de informação” para apoiar empresas a tomar decisões estratégicas.

Como a Priberam está a mudar o seu modelo de negócio com Machine Learning aplicado à língua
Como a Priberam está a mudar o seu modelo de negócio com Machine Learning aplicado à língua
Ver artigo

A monitorização tecnológica e de “horizon scanning” é uma parte essencial do processo de adoção de novas tecnologias ou a criação de novos produtos por parte de diversas organizações. No entanto, a tarefa pode tornar-se particularmente difícil, pois, segundo Carlos Amaral, CEO da Priberam, citado em comunicado à imprensa, a “observação e avaliação de potenciais tecnologias ter de ser feita num âmbito muito alargado, que se estende para além do que são as fronteiras normais do setor, bem como pelo volume crescente de informação disponível na Internet”.

Ainda antes do INSIGHT, a Priberam desenvolveu, no âmbito do programa Horizonte 2020, o SUMMA (Scalable Understanding of Multilingual MediA). O projeto terminou no início de 2019 e contou com 8 parceiros na criação de uma plataforma de monitorização de media a aplicar na BBC e na Deutsche Welle  para apoio ao processo de investigação jornalística e monitorização de várias fontes de informação em diferentes línguas.

O SUMMA consegue agregar e filtrar os conteúdos, criando bases de conhecimento e uma apresentação gráfica que ajuda a gerir um grande volume de informação. Por dentro estão tecnologias de reconhecimento de voz e texto, machine translation e identificação de histórias, relação de entidades e compreensão de linguagem natural, incluindo o sentimento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.