A Nintendo baixou em 18 por cento as suas previsões de lucro para 2003, devido à enorme competitividade do mercado de jogos de vídeo e à escassa adesão ao seu mais recente consola GameCube. A companhia japonesa, que anunciou muito recentemente os resultados económicos de 2002, espera agora facturar em 2003 cerca de 548,5 milhões de euros, 18 por cento menos do que as suas previsões de Novembro último.

Esta quebra é atribuída ao insucesso de vendas da GameCube, que encontrou uma feroz concorrência nas consolas PlayStation 2 da Sony e Xbox da Microsoft, ficando, ainda assim, muito abaixo das piores expectativas iniciais de vendas.

O problema, segundo declarações do analista Soíchiro Fukuda a vários órgão de comunicação social, é que a GameCube não tem estado a obter o reconhecimento devido na faixa etária acima dos 18 anos, que é aquela que está em maior crescimento tanto nos EUA como na Europa.

Numa medida de relançamento da consola, os responsáveis da Nintendo, planeiam agora uma reformulação na sua estratégia de venda do produto, dando também especial atenção aos jogos com ligação ao Gameboy Advance e GameCube.

Quanto aos restantes resultados, a Nintendo anunciou que foram superadas as expectativas nas vendas da consola Gameboy Avanced e respectivo software, facto que no entanto, não compensou o desastre económico de vendas do GameCube (em hardware e software).

Notícias Relacionadas:

2002-05-20 - Nintendo baixa preço da GameCube nos Estados Unidos

2002-05-03 - Nintendo faz chegar GameCube à Europa e prepara estratégia de jogos online

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.