Uma disputa de patentes que decorre em tribunal entre a Nvidia e a Intel vai levar a uma suspensão da parceria no desenvolvimento de chipsets com tecnologia SLI. A NVidia comunicou ontem que já não vai desenvolver os chipsets de processamento gráfico para integrar nos processadores baseados na arquitectura Nehalem da Intel.

A duas empresas tinha uma parceria de longa data e ainda em Agosto tinham renovado o acordo para o desenvolvimento de plataformas e chipsets com integração de capacidades gráficas. O Core i7 e o i5 seriam os primeiros processadores da nova família Nehalem a integrar esta tecnologia que pretendia melhorar a performance gráfica dos computadores.

Já na altura da parceria decorriam nos tribunais os processos legais relativos ao licenciamento de tecnologias de comunicações de banda larga das duas empresas.

O processo foi iniciado em Fevereiro pela Intel contra a Nvidia, mas esta contra atacou com um processo contra a gigante de semicondutores em Março, acusando-a de violar o contrato em vigor.

A InformationWeek cita um comunicado da Nvidia que diz que até que estas questões de licenciamento estejam resolvidas em Tribunal, o que acontecerá no próximo ano, "é efectivamente impossível para nós comercializar chipsets para os futuros CPUs [...] vamos adiar os investimentos em futuros chipsets para os CPUs Intel DMI".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.