O tempo que foi designado à apresentação deste novo iMac Pro foi muito reduzido, mas nem por isso a máquina passou despercebida. Afinal, trata-se do Mac mais poderoso alguma vez feito pela Apple. E os números atestam-no.

No próximo mês de dezembro, os utilizadores vão poder deitar a mão a um iMac que integra um processador de 18 cores com tecnologia Turbo Boost que vai possibilitar velocidades de 4,5 GHz com uma cache de até 42MB.

O desempenho da GPU sobe até aos 11 teraflops, mas pode ser estendido até aos 22 teraflops em meia precisão. Uma característica que, para a Apple, será "fantástico" para projetos de machine learning.

Em termos de armazenamento interno, o novo iMac Pro poderá contar com até 4TB SSD.

tek imac pro

Haverá ainda espaço para uma gráfica Radeon Vega com até 128GB de memória, quatro portas Thunderbolt 3 e uma porta ethernet de até 10GB. De acordo com John Ternus, líder do departamento de engenharia de hardware, esta placa não só é três vezes mais rápida que o último iMac, como vai permitir a ligação de três ecrãs 5K em simultâneo, a contar com o nativo.

O display de raíz é capaz de apresentar até mil milhões de cores e será 43% mais brilhante que o último lançado pela Apple.

O computador estará disponível em dezembro e a empresa norte-americana deverá revelar mais detalhes acerca do mesmo até lá. Por outro lado, isto também significa que tem cerca de seis meses para juntar 5.000 dólares, o preço da versão base deste novo iMac Pro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.