Depois de duas edições digitais, devido à pandemia de COVID-19, a Gamescom, uma das mais importantes conferências dedicadas à indústria dos videojogos regressou a Colónia, na Alemanha. A conferência de abertura, a Opening Night Live foi criada para o evento digital, como forma de apresentar novos videojogos, numa altura em que não era possível os contactos entre produtores e apresentadores.

Mas este ano, a organização manteve a abertura, com a particularidade de ser transmitida diretamente do palco do certame, mantendo-se como anfitrião o conhecido apresentador Geoff Keighley (criador dos Game Awards), reunindo mais de 30 jogos apresentados para as diferentes plataformas. E houve propostas muito interessantes, sobretudo uma amostra mais aprofundada de Gotham Knights e a grande surpresa, Dead Island 2, um título que era dado como cancelado.

As apostas fazem parte da experiência deste tipo de eventos dedicados a anúncios, com os fãs a literalmente a criarem cartões de bingo para saber quantas novidades acertam, entre um jogo que já tinha sido anunciado, mas desaparecido dos radares ou sequelas dos seus títulos favoritos.

Veja na galeria imagens dos jogos apresentados na Gamescom:

Certamente que muitos acertaram na aposta em Sonic Frontiers, a aguardada nova aventura do ouriço azul. O jogo da mascote da SEGA havia sido criticado no seu último trailer por se mostrar vazio e desprovido de ação. Na nova amostragem, o estúdio focou-se em aspetos mais narrativos, revelando aquele que pode ser o novo antagonista. Foi também confirmada a data de 8 de novembro para o seu lançamento em todas as consolas e PC.

O evento arrancou com o misterioso Everywhere, um jogo que ainda não se sabe bem o que é, mas parece um metaverso em que o jogador vai aceder a diferentes experiências e viu-se ação, condução e voos espaciais. O jogo está em produção na Build A Rocket Boy, o novo estúdio de Leslie Peter Benzies, ex-presidente da Rockstar e produtor da série Grand Theft Auto, e por isso é um projeto que tem suscitado muita curiosidade.

Gamescom confirmada como evento físico, mas com “extensa oferta online”
Gamescom confirmada como evento físico, mas com “extensa oferta online”
Ver artigo

Para os fãs de Dune, a Funcom revelou e mostrou um trailer do seu novo jogo baseado no universo de Frank Herbert, que ganhou recentemente vida no cinema com a adaptação de Denis Villeneuve. Nada foi mostrado de Dune Awekening, exceto uma sequência de um freeman a dominar uma gigantesca sandworm. O estúdio diz que se trata de um MMO de mundo aberto com elementos de sobrevivência, o qual já pode fazer o registo no website oficial para os testes beta. Já o trailer de Hogwarts Legacy focou-se nos combates entre os feiticeiros, usando magias negras. O jogo está agora marcado para chegar no dia 10 de fevereiro ao PC e todas as consolas.

The Callisto Protocol, que está marcado para dezembro, tem sido um título mostrado com frequência nos últimos eventos de gaming. Trata-se de um jogo de ficção científica com tons de terror, criado pelo produtor da série Dead Space. Para os fãs de Genshi Impact, o famoso RPG free-to-play com elementos gacha, foi revelado a sua próxima atualização com mais conteúdo.

SONIC FRONTIERS

Entre as novas revelações encontra-se Where Winds Meet, um jogo de ação na terceira pessoa com elementos baseado num ambiente oriental, juntando combates com espadas e arcos, fazendo lembrar um pouco o Ghost of Tsushima. E para os fãs de parques temáticos, Park Beyond é mais um colorido simulador de construção de montanhas-russas e outros divertimentos. Um dos mais impressionantes jogos mostrados, embora já fosse conhecido é Lies of P, um jogo de ação com mecânicas de Soulslike, com a particularidade de ser inspirado no conto Pinóquio. E num misto de plataformas e ação, Phantom Hellcat é o primeiro jogo do novo estúdio Ironbird Creations, esperado no PC e consolas.

Dois títulos já conhecidos, mas que voltaram a arrancar algumas gargalhadas aos fãs foi Goat Simulator 3 e Return to Monkey Island. O primeiro é um tresloucado jogo em que o jogador assume uma cabra e o objetivo é mesmo causar o caos pela cidade, destruindo tudo o que quiser. Já o novo capítulo de Monkey Island faz regressar o seu criador, Ron Gilbert ao estirador para uma nova aventura point & clic do pirata Guybrush Threepwood. Os jogadores que fizerem a pré-encomenda do jogo vão receber um item exclusivo digital: uma armadura dourada de cavalo que não serve para nada, mas que fica a ocupar um espaço no inventário. Uma campanha de marketing a brincar com os conteúdos digitais, muitas vezes ridículos, oferecidos pelos estúdios.

Para um público mais velho, foi revelado Killer Klowns from Outer Space: The Game, nada mais que uma adaptação do filme homónimo de 1988. O jogo mantém o tom de horror do filme e será multijogador, provavelmente na onda de jogos como Friday 13. Ainda no campo de terror, The Outlast Trials é o novo capítulo da saga criada pela Red Barrels, adicionando pela primeira vez elementos multijogador. Já High on Life é um título que está a ser produzido pelo criador da série de animação Rick and Morty e é um FPS com a particularidade de as armas serem organismos vivos que falam com o jogador.

The Lords of the Fallen é a sequela de um Soulslike com o mesmo nome lançado em 2014 que vai chegar o PC e consolas de nova geração. O jogo inspira-se num ambiente de fantasia negra, com diversos monstros e criaturas para enfrentar.

Saltando para a ficção científica, Stranded: Alien Down é um simulador de sobrevivência de um grupo de colonizadores num planeta. Under the Waves, por outro lado, leva os jogadores para o fundo do oceano, naquele que é a nova aventura da francesa Quantic Dreams. Homeworld 3 é a aguardada sequela do jogo de estratégia em tempo real, que coloca o jogador no controlo de frotas de naves espaciais. E para os fãs da série televisiva The Expanse, que por si se baseia numa novela literária, a Telltale revelou a jogabilidade da sua aventura. Por fim, dentro do género, Scars Above é outra proposta em que os jogadores têm de explorar mundos estranhos.

Curiosamente, o estúdio original do primeiro Lords of Fallen, a Deck 13, que perdeu os direitos do universo que criou, levou para a Gamescom o seu novo projeto Atlas Fallen. Trata-se de um jogo semi-aberto, repleto de ação e exploração, mantendo um sistema de combate igualmente inspirado pelo seu anterior título The Surge. E Moonbreaker é o novo jogo da Unknown Worlds, o estúdio que criou a série Subnautica. O jogo é descrito como um cruzamento entre Heartstone e XCOM, utilizando personagens em miniatura, semelhantes a Warhammer, que os jogadores podem mesmo pintar ao detalhe.

PARK BEYOND

Por fim, Dorfromantik é um curioso jogo de estratégia, em que os jogadores têm de encaixar hexágonos com elementos da paisagem, de forma a unir estradas e outros elementos do cenário que façam sentido. O jogo chega à Switch no dia 29 de setembro.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.