A Oracle apresentou recentemente o Oracle Grid Index, um índice que permite calcular a evolução e ritmo de adopção das tecnologias de computação em grelha na Europa.



Esta tabela disponibiliza periodicamente snapshots baseados na opinião de líderes de opinião ligados às principais empresas do sector que medem a evolução da tecnologia e do seu conhecimento pelos gestores. O Grid Index é "um número único derivado da pesquisa de tecnologias de grid presentes em empresas por toda a Europa", explica um comunicado.



Para o Outono de 2004, a tabela aponta um 3,1 para a Europa, sendo que os limites da tabela variam entre zero e dez em cada um dos extremos. A complementar esta informação a pesquisa indica que os padrões de adopção do grid computing na Europa seguem parâmetros idênticos aos da Internet. "Os líderes de opinião de tecnologia têm uma sólida compreensão do conceito de grid computing", explica o comunicado, acrescentando que "há uma evidente relação entre essa compreensão da tecnologia, a apreciação dos benefícios e o compromisso das empresas com o grid computing".



Para além das evidências relativamente a uma posição mais favorável dos líderes de opinião face aos benefícios da computação em grelha, comparativamente aos gestores com menores conhecimentos sobre o assunto, o estudo sublinha que as empresas com facturação acima dos mil milhões de euros ou mais de 10 mil funcionários têm um índice de grid geral mais favorável que as empresas abaixo dos mil funcionários.



A maioria dos entrevistados, cerca de 51 por cento, afirmaram mesmo que as capacidades da tecnologia grid para reduzir as despesas gerais de capital de TI e os custos operacionais estão entre os principais benefícios reconhecidos.



Ainda assim, a Oracle reconhece que o conhecimento dos gestores sobre a virtualização/pool de armazenamento e dos servidores aplicacionais é maior que o conhecimento sobre grid computing, o que denota necessidades de formação, diz o comunicado.



A pesquisa foi realizada pela Quicirca que recolheu dados junto de 603 gestores de TIs de empresas com sede na Itália, Espanha, Países Nórdicos, Alemanha, Benelux, França e Reino Unido, sendo que os últimos quatro países apresentam um compromisso com a tecnologia grid acima da média europeia.



Da mesma forma, as empresas de distribuição, serviços financeiros e serviços públicos demonstram também um compromisso mais elevado, face a outros sectores.



Notícias Relacionadas:

2003-11-26 - Estratégia grid computing da Oracle apresentada em Portugal

2003-11-12 - Computação em grelha crescerá 60 por cento nos próximos cinco anos


2003-09-09 - Oracle aposta na computação em grelha com produtos 10g

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.