Segundo a Federal Trade Commission, a tecnológica norte-americana falhou em explicar aos utilizadores como funcionava o processo de atualização, “expondo-os a graves perigos de segurança”.

O instalador Java foi alterado em agosto de 2014, já quando a situação estava a ser investigada pela FTC, para passar a atualizar o software e ao mesmo tempo remover as suas versões anteriores, mas tal não parece ter sido suficiente para diminuir a ira do organismo.

Foi assim exigido à Oracle que “publicite” online, no site e redes sociais, durante os próximos dois anos, um aviso de segurança relativamente ao software, alertando os consumidores sobre os riscos de manterem versões antigas, facilmente exploráveis para ataques devido às falhas que contêm.

Além do aviso, a tecnológica também deve disponibilizar informação clara sobre os meios à disposição para desinstalar as versões antigas do software, nos casos em que se aplique. São dois os meios de fazê-lo: ou descarregando a versão mais recente, o Java 8, ou usando a ferramenta disponível em java.com/en/uninstall/info.jsp.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.