A campanha destinada a obter fundos para o lançamento da Ouya - a consola de videojogos baseada em Android desenvolvida por uma start up americana com o mesmo nome (de que o TeK já falou) - foi um sucesso.

O período de recolha de fundos terminou esta semana, tendo sido amealhados 8,59 milhões de dólares (cerca de 7 milhões de euros), com a ajuda de 63.416 de pessoas, que acederam ao site de crowdfunding Kickstarter e ajudaram a financiar o projeto.

A maioria dos internautas que participaram na ação doaram o montante suficiente para serem incluídos na lista dos primeiros a receber uma consola Ouya, quando estas começarem a chegar ao mercado, em "finais de 2012, início de 2013" - caso tudo corra como previsto.

Aqueles que não aderiram ao financiamento comunitário podem sempre garantir o acesso em primeira mão à consola Android de 99 dólares (mais 10 dólares para despesas de envio) através da pré-reserva online, onde também está disponível um vídeo de apresentação. A expedição dos equipamentos têm início agendado para abril de 2013.

A Ouya pretende afirmar-se como uma alternativa à PlayStation, Xbox e Wii, contando com um processador NVidia Tegra 3 de quatro núcleos, 1 GB de RAM, 8 GB de memória interna (flash), saída HDMI, ligação Wi-Fi e Bluetooth 4.0, USB 2.0 e Ethernet.

O software será baseado no sistema operativo de código aberto promovido pela Google, o Android, na sua versão 4.0 (Ice Cream Sandwich).

A consola será comercializada na companhia de um comando sem fios - com dois sticks analógicos, um D-pad, oito botões e uma zona sensível ao toque (touchpad)- que deverá permitir aos utilizadores jogarem títulos importados dos seus smartphones e tablets.

[caption]Ouya[/caption]

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.