A Panda Software garante que há um aumento exponencial de rootkits para ambientes Windows, considerando que a curto prazo estes se poderão tornar num meio comum para a dissimulação e execução de ataques.



Este malware, inicialmente concebido e usado em ambientes Unix, é frequentemente utilizado pelos hackers para encobrir actividades maliciosas, proceder a modificações no sistema ou alterar funções básicas, podendo ainda servir para dissimular a existência de outros malwares, modificando ficheiros, chaves de registo ou processos activos.



Os últimos dados do laboratório da Panda revelam que, embora não existam provas de que o número crescente de rootkits para Windows tenha como objectivo levar a cabo ataques nas plataformas Microsoft, é provável que esse facto venha a confirmar-se rapidamente.



"Tal como qualquer solução de segurança evolui, também os hackers evoluem na sua busca por novas maneiras de violar sistemas de forma indetectada. Ainda que não sejam uma novidade, os rootkits voltaram a emergir como um tipo de malware que permite aos hackers levarem discretamente a cabo numerosas acções maliciosas", detalha Paulo Silva, director técnico da Panda Software Portugal em comunicado.



A empresa de segurança aconselha as organização a prevenirem-se com soluções anti-malware actualizadas e firewalls ou bloquear a sua utilização, caso já estejam instalados no computador.



Notícias Relacionadas:

2005-03-21 - Hackers recorrem cada vez mais a bots para ameaçar sistemas informáticos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.