É do conhecimento geral que o “sedentarismo” não é saudável, mas agora há um estudo que leva a análise um pouco mais a fundo, nomeadamente no plano profissional. Conclusão? O chamado “efeito cadeira” é responsável por perto de 4% das mortes em todo o mundo, todos os anos.

Os resultados da investigação, publicados no American Journal of Preventive Medicine, indicam que 3,8% de todas as mortes resultam do facto de as pessoas passarem horas seguidas à secretária.

Realizado num conjunto de 54 países que inclui Portugal, o inquérito revela que mais de 60% da população mundial passa acima de três horas seguidas sentada à frente do computador, valor que cresce para as 4,7 horas se considerada apenas a população adulta. Tal provoca aproximadamente 433 mil mortes todos os anos.

Líbano (11,6%), Holanda (7,6%) e Dinamarca (6,9%) são os países com as taxas de mortalidade mais altas. Já o México, Myanmar e Butão têm as taxas mais baixas, com respetivamente 0,6%, 1,3% e 1,6%. 

Pode ver os quadros de resultados, nomeadamente para Portugal, na galeria a seguir.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.