Dados recolhidos até final de Junho revelam que as altas temperaturas, as cargas eléctricas e picos de tensão provocados por elevados consumos de electricidade têm uma influência directa na perda de dados informáticos, que aumentaram 32 por cento face a meses anteriores, revela a Recovery Labs, que recentemente abriu escritório em Portugal.



Entre Maio e Junho deste ano registou-se em Portugal um aumento de 30 por cento nos pedidos de recuperação de dados que se dever sobretudo "às cargas eléctricas e às subidas da temperatura", explica um comunicado.



A Recovery Labs sugere que os PCs sejam mantidos em locais não sujeitos a alterações bruscas de temperatura, garantidas pela boa regulação dos ares condicionados. A recomendação vai sobretudo para as empresas que utilizam fontes de frio durante o dia, que se desligam ao fim da tarde, diz um comunicado.



A empresa justifica que temperaturas elevadas "afectam inevitavelmente a estrutura física da elevada percentagem de discos duros, assim como os componentes mecânicos dos mesmos". "As contínuas dilatações e contracções às quais se vêem submetidos os componentes da unidade do disco, originam em muitos casos as perdas de informação nos computadores", continua a empresa.



A descompensação térmica é a mais frequente causa de perda de dados registada durante o verão, consequência da "perda de ajuste entre as estruturas físicas e lógicas das unidades do disco", explica o mesmo comunicado com base em declarações de Miguel Ruiz, Director Técnico da Recovery Labs.



A Recovery Labs abriu recentemente um escritório em Portugal, anunciado em simultâneo com o novo site em português, que para além de informativo é também uma plataforma para venda de alguns produtos, parte do portfólio da empresa.



As instalações nacionais possuem um laboratório de recuperação de dados
informáticos, equipado com uma câmara limpa, da classe 100, "que proporciona o acondicionamento atmosférico adequado para poder operar com qualquer dispositivo de armazenamento aberto, sem que as cargas estáticas ou
partículas o possam danificar", esclarece um comunicado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.