O sistema europeu de classificação de videojogos, o PEGI, voltou a receber críticas da indústria, que considera haver muito espaço para melhorar a eficácia e reconhecimento de um sistema que se ambiciona ganhe relevo na Europa.

Recentemente adoptado no Reino Unido como norma, em detrimento de um outro sistema de classificação dos jogos, o PEGI foi criticado pelo presidente da Associação Comercial de Videojogos, que considera clara a informação transmitida ao consumidor, no que se refere à idade a que são adequados os jogos, mas aponta grande margem para melhorias no que se refere à informação comunicada através de pictogramas.

Por exemplo, os jogos considerados passíveis de assustar o utilizador exibem um símbolo de uma aranha, o que pode não servir para identificar de imediato o significado que se pretende.

O responsável pelo PEGI, citado pela BBC, reconhece as fragilidades do sistema e garante que a entidade gestora está a trabalhar para melhorar a informação pictográfica, dando-lhe significados mais claros. Também admite a necessidade de um maior esforço de promoção do sistema, para que se torne mais facilmente reconhecido.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.