Mais duas dezenas de projectos de investigação propostos por Portugal serão aprovadas esta semana, no âmbito da iniciativa intergovernamental de apoio à inovação europeia Eureka. As propostas dividem-se por várias áreas de investigação, com destaque para a Saúde e Ambiente.

Setenta e cinco por cento dos projectos nacionais a receberem o aval da rede europeia - que se destina a estimular a investigação e desenvolvimento de tecnologia competitiva para o mercado - são liderados por empresas portuguesas, que têm como parceiros companhias e institutos de Espanha, Alemanha, Suécia ou Brasil, entre outros.

A participação portuguesa inclui Pequenas e Médias Empresas e Centros de Investigação ligados às Universidades de Coimbra, Porto, Aveiro, Técnica de Lisboa e Nova de Lisboa, adianta o Gabinete do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, numa nota à imprensa.

A Associação Portuguesa de Doentes de Parkinson, o Centro Tecnológico dos Moldes, Ferramentas Especiais e Plásticos, ou o da Cerâmica e Vidro são outros dos parceiros nacionais.

Para além das iniciativas a serem aprovadas durante a Conferência Ministerial dos próximos dias 24 e 25 Junho, que assinala o termo da presidência anual alemã, Portugal tem, neste momento, mais 16 novas propostas de projectos Eureka em fase de preparação, avançou a mesma fonte.

Durante a presidência anterior - que pertenceu a Portugal e decorreu entre Julho de 2008 e Junho de 2009 - tinham sido aprovados 33 projectos nacionais, num investimento de 38 milhões de euros, entre financiamento público e privado.
A respeito das novas propostas não foram ainda revelados os valores totais associados ao investimento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.