Os aviões da TAP e de outras companhias que partiam ontem à tarde do Aeroporto Francisco Sá Carneiro no Porto sofreram quase todos atrasos devido a um problema informático no sistema da empresa responsável pelo tratamento de bagagens, Groundforce.




As companhias servidas pela empresa de handling viram o check in dos seus passageiros e bagagens ser feito à mão, depois de um corte de energia ter deixado a empresa com problemas de comunicação no seu sistema informático.




O corte energético gerou um problema que impedia a Groundforce de comunicar com o sistema da ANA e que se prolongou durante boa parte da tarde dando origem a atrasos na hora de partida dos voos de uma hora e meia a duas horas. De acordo com a Lusa, que avançou a notícia, a questão - que também afectou outros serviços do Aeroporto - teve maior impacto por se registar ao Domingo, dia em que a TAP e várias outras companhias acumulam um maior número de voos com partida do Porto.




Entre os destinos operados a partir do Porto ao Domingo contam-se várias capitais europeias, Brasil e Estados Unidos. O problema informático no sistema da Groundforce ficou resolvido ainda durante a tarde de ontem.

Notícias Relacionadas:

2006-08-16 - TAP já registou mais de 5 mil check-ins online

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.