O estímulo de 787 mil milhões de dólares que o presidente norte-americano prometeu para a economia dos Estados Unidos pode vir a salvar também as TI, avança a IDC.

Segundo a consultora, o plano de Barack Obama levará à procura de serviços junto das tecnológicas, originando receitas na ordem dos 100 mil milhões de dólares, uma quantia superior a 77 mil milhões de euros, para o sector das tecnologias, cita a Bloomberg.

Em causa estão os desejos já muito anunciados por Obama: a digitalização do serviço nacional de saúde, a aposta em redes energéticas inteligentes e renováveis e a melhoria do acesso às novas tecnologias nas escolas públicas.

Fazendo contas apenas aos investimentos necessários nos sectores da energia e saúde, seguindo o plano da administração norte-americana, estima-se que o volume de vendas no primeiro segmento alcance os 77,6 mil milhões de dólares, enquanto que a digitalização do sistema nacional de saúde do país obrigará a investimentos superiores a 20 mil milhões de dólares, conclui a IDC.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.