Um estudo oficial chinês que faz o balanço dos ataques informáticos sofridos por instituições e empresas públicas locais entre setembro de 2012 e fevereiro de 2013 aponta os Estados Unidos como país de origem da maioria dos ataques.



Publicado pelo Serviço de Resposta a Incidentes de Segurança Informática (CERT), o documento refere ataques a 85 sites de Internet e imputa aos Estados Unidos os ataques realizados a 39 destes sites, com um total de 5.792 ações detetadas.



Os Estados Unidos serão ainda a origem de 73% das tentativas de phishing contabilizadas naquele país. Sites de falsos bancos e empresas operam as tentativas de roubar dados dos utilizadores visados por este tipo de tentativas.



O relatório também indica que um terço dos servidores que utilizam cavalos de troia e outros programas de controlo, visando 1,9 milhões de computadores na China, são operados a partir dos Estados Unidos.



O documento dá ainda alguns exemplos de sites atacados em esquemas orientados a partir dos Estados Unidos. Uma das entidades que terá sido atacada foi o partido do Governo, cujo site foi atacado neste período.



Note-se que em meados de fevereiro foi divulgado um relatório que dava conta do papel ativo da China nos ataques informáticos a empresas e entidades norte-americanas e de outros países ocidentais.



Um documento divulgado pela Mandiant acusava uma unidade do exército chinês da autoria de vários ataques que tinham como missão ações de espionagem.



Dias depois surgiu a resposta chinesa, com o ministro da defesa chinês, Liang Guanglie, a garantir que ao longo do ano passado dois sites relacionados com as forças de segurança do país asiático sofreram cerca de 1,7 milhões de ataques, numa média de 144 mil tentativas de hackings mensais.



Os EUA eram o país mais representado na lista de geografias onde tinham origem estes ataques, com 63% das incidências.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.