O RoboParty já se tornou uma evento obrigatório no calendário de quem gosta de robótica e acredita que esta é uma área onde se deve apostar em termos educativos. E por isso muitas das equipas acabam por ser repetentes, ou ter dinamizadores que já passaram por alguma das edições anteriores.

Munidos de sacos cama, artigos de "sobrevivência" e muitas ideias, 109 equipas vão ocupar o Pavilhão Desportivo da universidade de Guimarães entre os dias 6 e 8 de março. São mais de 450 participantes e 100 voluntários que vão viver a robótica 24 horas por dia durante o evento que também tem espaço para atividades desportivas e lúdicas.

Segundo os organizadores a faixa etária predominante dos participantes é entre os 15 e os 18 anos, mas o adepto mais jovem tem 10 anos e o mais velho 65 anos.

Durante os três dia as equipas vão ter oportunidade de construir robôs móveis autónomos contando com o apoio das equipas de voluntários, alguns dos quais alunos de Eng. Eletrónica Industrial e Computadores, num ambiente de entreajuda e fair-play.

No final realizam-se as provas de robótica que permitem testar o desempenho dos robots, com destaque para a prova de dança que atrai sempre mais interesse.

Este ano vai ser feito o lançamento oficial do novo robot Bot’n Roll ONE A, compatível com Arduíno, sendo fornecido às equipas um kit no início do evento que servirá para que possam construir o seu próprio robot e programá-lo para as tarefas definidas.

Na galeria de fotos abaixo pode rever alguns dos momentos registados no ano passado, através de imagens cedidas pela orçanização e captadas pela lente do fotógrafo Nuno Gago.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.