Durante o ano de 2004 a Sharp deverá investir 90 mil milhões de yen (cerca de 841 milhões de dólares) para aumentar a produção de ecrãs LCD de grande dimensão. A empresa pretende desta forma ultrapassar a sua concorrência sul coreana num mercado que se prevê que duplique durante o próximo ano.

O investimento da empresa japonesa deverá permitir triplicar a capacidade de produção de uma fábrica que entra em funcionamento no Japão em Janeiro. Esta vai produzir ecrãs de cristais líquidos (LCD) de 30 polegadas para televisões, atingindo uma produção de 360 mil unidades por mês.

A notícia foi avançada pelo jornal Nihon Keizai Shimbun que afirma que a Sharp pretende ultrapassar o seu principal rival, a Samsung Electronics, que detém actualmente uma quota de mercado de 15 por cento. Em 2002 a Sharp tinha uma percentagem do mercado de 13,4, o que a colocava em paralelo com a Philips LCD.

De acordo com a mesma notícia, a Sharp espera que o mercado de ecrãs LCD de grande dimensão duplique no próximo ano, atingindo as 7,5 milhões de unidades, depois de em 2003 se ter cifrado em três milhões.

Notícias Relacionadas:

2003-10-06 - Sharp desenvolve ecrãs LCD de alta de resolução para telemóveis

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.