A Microsoft avançou com oito processos judiciais contra sete indivíduos e uma empresa pela venda de software contrafeito no eBay. Os visados tentavam fazer passar no site de leilões versões falsificadas do Windows XP profissional, componentes de Office e as versões estudante e professor da suite de produtividade.



Em comunicado, a gigante do software explica que sete dos oito acusados foram identificados a partir do programa Genuine Advantage, uma iniciativa lançada em meados do ano passado que, de forma automática, consegue detectar software ilegal sempre que o cliente utiliza o Windows Update ou recorra ao centro de downloads da Microsoft.



Os processos avançam no Arizona, Connecticut, Florida, Hawai, Massachusetts, Nebrasca, Nova Iorque, Washington, estados de residência dos acusados, adianta ainda a empresa.



Recorde-se que de acordo com um estudo divulgado no ano passado pela IDC e pela Business Software Alliance, referente ao ano anterior, 35 por cento dos programas de software existentes em todo o mundo são pirateados, uma taxa que a Microsoft tem todo o interesse em baixar já que são receitas que a empresa deixa de ganhar.



Notícias Relacionadas:

2005-07-26 - Microsoft alarga programa de verificação de software Windows Genuine Advantage

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.