Depois da revelação que tinha planos para uma segunda geração do sistema de realidade virtual para a PlayStation 5, a Sony começa a divulgar fotografias do sistema, ou neste caso, avança com a apresentação formal do seu novo comando. Para esta versão foram abandonados os comandos Move, para um sistema que se espera mais imersivo na experiência de realidade virtual nos videojogos.

Destaque para os gatilhos adaptativos, o feedback háptico e a deteção do toque dos dedos nos novos periféricos, que herdam assim algumas das melhores características do DualSense da PlayStation 5. A imersão tem sido a palavra-chave da Sony para as suas experiências oferecidas na PS5, nomeadamente a forma como os jogadores “sentem” nas mãos os movimentos e efeitos dos jogos. Segue-se agora a realidade virtual, com o mesmo foco.

O design dos comandos oferece um design diferente do convencional, assumindo uma forma de esfera, com um encaixe ergonómico para as mãos, de forma a segurá-lo naturalmente, mas prometendo jogar com a mesma liberdade. A Sony refere que não existem limitações nos movimentos das mãos, o que vai permitir aos developers criar novas experiências inovadoras de gameplay. A fabricante diz que aplicou o que aprendeu durante os testes, no que diz respeito aos diferentes tamanhos das mãos dos jogadores.

Detalhando as suas funcionalidades, a Sony refere que os seus gatilhos adaptativos foram herdados do DualSense, e ambos, da mão esquerda e direita, adiciona pressão palpável quando pressionado. Neste caso, quem experimentou o comando da PS5 vai estar familiarizado com o sistema, permitindo sentir a tensão a puxar a corda de um arco ou a disparar uma arma. O sensor háptico vai diferenciar as texturas, seja durante a troca de golpes num jogo de combate, ou a diferença no tipo de solo a caminhar, entre areia, rocha ou vidro, por exemplo.

Uma das novidades do novo periférico é a deteção do toque dos dedos sem a necessidade de pressão, aplicado às áreas onde se colocam tanto o polegar, como o indicador ou os dedos do meio. Nesse sentido, procura-se gestos mais naturais das mãos durante as partidas. É também explicado que o comando é captado pelo novo headset através de um anel localizado na sua área inferior.

Relativamente aos botões e analógicos, a habitual configuração foi distribuída entre cada lado. Assim, o lado esquerdo tem um analógico e os botões triângulo e quadrado, assim como o shoulder L1 e o gatilho L2, e por fim o acesso ao Create. No lado direito conte com o segundo analógico e os botões de cruz e círculo, o shoulder R1 e o gatilho R2, assim como o acesso às opções.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.