A Suiça aprovou duas resoluções que visam banir daquele mercado os videojogos com elevados níveis de violência.

A venda de títulos como Grand Theft Auto, God of War e Call of Duty pode assim vir a ser proibida no mercado suíço, quando as resoluções agora aprovadas avançarem para lei.

Para que isso aconteça, falta apenas ao Governo da Suiça definir os "níveis elevados de violência" visados, escreve a PCWorld. A decisão estabelece que qualquer título que "exija actos cruéis de violência contra humanos ou criaturas humanóides para o sucesso dentro do jogo" seja banido.

Aprovada com uma margem de 19 para 10, a primeira resolução apela ao "impedimento do desenvolvimento, publicidade, importação e venda de qualquer jogo que, para ter sucesso, promova actos cruéis contra humanos ou criaturas humanóides".

A segunda proposta, mais específica, defende a restrição de venda de shooters - jogos de tiro - violentos a crianças e recebeu 27 votos a favor e um contra.

Com a decisão dada agora a conhecer, a Suíça parece disposta a banir do mercado videojogos com classificação para mais de 16 anos.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.