A nova geração de chips da família Power foi ontem apresentada pela IBM em Londres. O Power6 duplica a performance garantida pelo Power5 e assegura um consumo equivalente de energia, adicionando ainda maior capacidade de virtualização.

A linha de processadores Power tem sido usada em diferentes equipamentos, desde o Deep Blue - que derrotou Garry Kasparov num jogo de xadrez há dez anos - até às mais recentes gerações de consolas de jogos, passando por diversas máquinas utilizadas pela NASA.

Resultado de cinco anos de investigação e desenvolvimento, o novo chip de 64 bits tem dois núcleos e integra 790 milhões de transístores, assegurando uma velocidade de 4,7 GHz que combinados com 8 GBytes de cache L2 permitem uma performance superior aos outros processadores que estão no mercado, nomeadamente o Itanium.

A primeira máquina a chegar ao mercado com o novo processador é o servidor IBM System p 570 que estabeleceu recordes de desempenho em 25 testes de benchmark de aplicações técnicas e empresariais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.