A Ecopilhas - Sociedade Gestora de Resíduos de Pilhas e Acumuladores recolheu ao longo do ano passado três milhões de pilhas na região de Lisboa e Setúbal. O número representa quase metade (40 por cento) das pilhas recolhidas no período em todo o país pela entidade que, desde 2004, já recolheu 61 milhões de unidades destes tipos de resíduos.

Segundo os mesmos números a região Litoral (Viana do Castelo, Braga, Aveiro, Coimbra, Leiria) contribuiu com 20 por cento para os números da reciclagem e a região do Porto com 20 por cento. A região Interior Norte - que inclui Bragança, Castelo Branco, Guarda, Santarém, Viseu e Vila Real - somou 10 por cento das recolhas efectuadas, o correspondente a 898 mil unidades.

Em comunicado, a Ecopilhas explica que ao longo dos seus quatro anos de actividade o ranking de regiões tem-se mantido inalterado, com a zona de Lisboa e Setúbal a manterem a liderança da tabela, logo seguidas do litoral norte. As regiões que dão menor contributo para a reciclagem de pilhas e baterias são também as menos densamente povoadas.

O sistema de recolha assegurado pela empresa envolve 1600 entidades entre empresas, hospitais, escolas, supermercados, associações de municípios e sistemas multimunicipais que acolhem os mais de 15 mil pontos de recolha existentes.

Notícias Relacionadas:
2008-09-02 - O que acontece aos telemóveis na reciclagem?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.