A distribuição e venda dos dispositivos USB destinados a desbloquear a PlayStation 3, permitindo a execução de jogos e software "não oficial", foi proibida pelos tribunais espanhóis, relatam os meios de comunicação locais.

A decisão conhecida esta semana é ainda provisória, tratando-se de uma providência cautelar, decretada por um tribunal comercial de Barcelona na sequência de várias acções judiciais intentadas pela Sony contra distribuidores deste tipo de equipamentos no país.

Os jornais citam fontes "relacionadas com a acusação", que se terão recusado a fornecer mais detalhes sobre o processo. Segundo o El País, terão apenas afirmado que a empresa pretende "defender os direitos pelos meios legais ao seu alcance".

Depois de um longo período sem que ninguém tivesse conseguido ultrapassar os mecanismos de segurança da consola de entretenimento doméstico da Sony, começaram a surgir este Verão os primeiros jailbreaks para a consola, o que levou a companhia a tomar medidas contra a utilização dos mesmos - incluindo a última actualização de software, lançada este mês.

Uma das vias é o recurso aos tribunais, com relatos de processos em países como a Austrália, Estados Unidos, Alemanha ou Hong-Kong.

Em Portugal não há indicação de qualquer acção do género a decorrer. Contactada pelo TeK, a porta-voz oficial da empresa disse não ter comentários, afirmando apenas que a companhia tenta assegurar ao máximo a segurança dos equipamentos, tomando as medidas necessárias para essa segurança se mantenha.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.