"Ordeno ao Departamento de Defesa, ao Pentágono, que inicie imediatamente o processo necessário para criar uma força espacial como sexto ramo das Forças Armadas", declarou o líder norte-americano durante um encontro com o Conselho Nacional Espacial dos EUA.

Para Donald Trump, a criação de uma força militar espacial é uma condição necessária para defender a América visto que “uma simples presença no espaço não é suficiente, temos que dominar o espaço", noticia a Reuters.

Sem dar pormenores sobre qual será a missão da “space force”, o chefe de Estado explicou que será uma "força espacial" independente e que estará lado a lado com o Exército, a Força Aérea, a Marinha, os Fuzileiros e a Guarda Costeira.

No entanto, a “ordem” de Trump precisa da aprovação do Congresso norte-americano para avançar e aí as opiniões dividem-se entre aqueles que defendem a criação de uma entidade em igualdade de circunstâncias com os outros ramos e aqueles que consideram mais funcional deixar o espaço a cargo da Força Aérea.

“Felizmente o Presidente não o pode fazer sem a aprovação do Congresso, porque agora não é o momento de dividir a Força Aérea. Existem demasiadas missões em curso”, considerou o senador democrata Bill Nelson.

Trump quer ver o Homem em Marte e dá quase 20 mil milhões à NASA para o fazer
Trump quer ver o Homem em Marte e dá quase 20 mil milhões à NASA para o fazer
Ver artigo

A ideia de uma "força espacial" foi levantada antes, com Trump a considerar que ali também "se travam guerras, tal como na terra, no ar e no mar" e defendendo que isso tornaria o Pentágono mais eficiente.

Em dezembro, o presidente norte-americano assinou uma diretiva de política espacial que estabelecia o objetivo do Governo dos EUA criar uma base lunar tendo a primeira missão tripulada a Marte na mira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.