Os promotores do sistema operativo de código aberto Ubuntu estão a preparar uma versão móvel do software, que deverá estar disponível a partir de Outubro para se assumir como mais uma alternativa para os fabricantes de smartphones.



O projecto Ubuntu Mobile and Embeded está a ser discutido num encontro de programadores (Ubuntu Developer Summit) em Sevilha e conta com o apoio de peso da Intel, que tem vindo a trabalhar num novo processador de baixo consumo.



Este novo processador da Intel, diz a IDG News citando a Ubuntu, vai suportar-se num chipset que permitirá melhorar a experiência de acesso à Internet a partir do dispositivo móvel. Este trabalho tem sido acompanhado pela Ubuntu que vem coordenando com a fabricante o seu trabalho de desenvolvimento.



A Intel apoia aliás uma iniciativa semelhante apresentada no passado mês de Abril. O GMAE (Gnome Mobile & Embedded Initiative) é um projecto aberto à comunidade de programadores e fabricantes e prevê o desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis, suportadas em componentes de código aberto baseadas em Gnome.



As plataformas móveis são aquelas onde o open source tem hoje menor representatividade embora esteja a crescer, como acontece no mercado de PCs desktop, portáteis e servidores, mas em menor escala. No ano passado apenas 6 por cento dos do mercado de sistemas operativos e smartphones usavam sistema operativo de código aberto.



Notícias Relacionadas:

2006-06-05 - Ubuntu estreia edição servidor e suporte a plataforma Sparc

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.