Os números do Bareme Internet da Marktest mostram que, actualmente, 712 mil lares do continente nacional possuem mais de um computador, o que perfaz 20,3 por cento do total de lares analisados e a 57,8 por cento do universo de casas com PC em Portugal.




A empresa de estudos de mercado indica que na primeira vaga de 2007, compreendida entre 26 de Março e 25 de Maio, o número de casas com computador pessoal cifrava-se nos 1,944 mil lares, ou seja, 55,5 por cento do universo em estudo, ou seja, o dobro do valor registado em 1997.




A análise mostra ainda que é junto das classes sociais mais elevadas que se regista uma maior taxa de lares com computador em casa. Cerca de 80 por cento dos lares da classe média alta têm PC em utilização, uma percentagem superada apenas pelos 94 por cento obtidos pela classe alta neste segmento. Mesmo assim, 58,1 por cento dos lares da classe média baixa têm computador em casa. O mesmo acontece em 18,6 por cento das residências pertencentes a indivíduos da classe baixa.




Quanto à distribuição por localização geográfica, a maior concentração de lares com computador em utilização acontece nas regiões de Lisboa e do Porto (62,2 por cento e 60,2 por cento). O interior norte é, de acordo com os calores apresentados, a localização com menor número de casas a ter PC.




Em média, são as residências onde moram três e mais pessoas as que apresentam maior probabilidade de ter um computador m funcionamento (77,9 por cento). Esta tendência é observável também nos lares onde habitam indivíduos com idades até 45 anos.




Notícias Relacionadas:

2006-08-09 - Número de lares com PC continua a crescer em Portugal

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.