As vendas mundiais de semicondutores registaram um aumento de 1,3 por cento durante Novembro, em comparação com Outubro de 2002, de acordo com dados recentemente divulgados pela Semiconductor Industry Association (SIA),
uma associação de fabricantes de chips.

Contudo, os Estados Unidos e o Japão tiveram um declínio de 0,8 e 0,6 por cento, respectivamente. As regiões da Europa e da Ásia Pacífico foram as que contribuíram para o aumento das vendas, alcançando um crescimento de, respectivamente, 5,8 por cento e 1,3 por cento durante o mês de Novembro.

Os microprocessadores registaram apenas um crescimento de
0,5 por cento em Novembro, ao passo que os chips de memória
DRAM cresceram 5,8 por cento. As vendas globais totalizaram 12,68 mil milhões de dólares, em comparação com os 10,60 mil milhões de dólares contabilizados no ano anterior, que foi considerado um dos piores para a indústria de semicondutores.

De acordo com George Scalise, presidente da SIA, o sector
das comunicações sem fios foi o mercado mais forte em termos de vendas. Essa tendência de crescimento das tecnologias wireless também permitiu fortalecer as vendas de memória Flash e de DSPs (Digital Signal Processors), que registaram um aumento de 6,6 e 3,7 por cento em Novembro, respectivamente.

Notícias
Relacionadas:

2002-12-01 - Procuraglobal de semicondutores cresce mais uma vez
em Outubro


2002-07-02 - Ásiaajuda ao crescimento das vendas mundiais de
processadores


2002-03-05 - Vendas mundiais de processadores registam queda
ligeira em Janeiro

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.