As vendas de computadores de secretária no mercado português avançaram no segundo trimestre do ano 1,5 por cento, para um total de 69,5 mil unidades vendidas, revelam os dados da IDC. Na liderança do mercado está a HP - que assume a mesma posição no segmento dos notebooks - com 22.686 unidades vendidas e uma quota estimada de 32,6 por cento das vendas, posição que traduz um crescimento de 5,5 por cento face ao mesmo trimestre do ano passado.



No segundo lugar do ranking de vendas está a Dell que no período em análise comercializou pouco mais de 8 mil PCs, registando ainda assim um crescimento de 20,5 por cento face ao período homólogo. A JP Sá Couto fecha o top 3 de vendas no segmento de PCs de secretária com a comercialização de 6,6 mil unidades e um crescimento de vendas na ordem dos 67,5 por cento, que lhe valeu uma quota de mercado em torno dos 5 por cento.



O maior crescimento da tabela pertence à NEC, que na quarta posição apurada pela IDC registou vendas de 3.378 desktops num crescimento de 979,2 por cento face ao mesmo período do ano passado. A Apple surge na nona posição da tabela, também com um crescimento significativo de vendas: 75 por cento para um total de pouco mais de mil e quinhentas unidades.



Reunindo todos os segmentos, a IDC atribui ao mercado português de PCs vendas de 303.508 unidades no período em análise. O número representa um crescimento de 68 por cento face ao mesmo período do ano passado. Tendo em conta apenas as vendas de desktops e portáteis foram vendidas 297.866 unidades, num crescimento de 70,4 por cento.



Notícias Relacionadas:

2008-05-28 - Três quartos dos PC vendidos em Portugal são portáteis

2007-11-19 - e-escolas e retalho dinamizam crescimento dos portáteis em 2007

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.