A Microsoft apresentou ontem a versão preliminar do Windows Media 9, a sua plataforma multimédia digital. Com o nome de código Corona, a versão mais recente do Windows Media inclui um novo leitor, um servidor de streaming, um codificador e um novo conjunto de ferramentas de desenvolvimento.



Os responsáveis da Microsoft garantem que o interface foi bastante melhorado, salientando que as ferramentas para copiar e gravar ficheiros áudio foram actualizadas.



O novo leitor inclui uma característica denominada Fast Streaming, que a Microsoft descreve como possibilitando uma experiência streaming "instant-on, always-on" para os utilizadores com acesso à Internet em banda larga, eliminando efectivamente os atrasos de buffering que tornam lentas esse género de emissões. A característica também verifica instantaneamente a disponibilidade de largura de banda e ajusta o playback de acordo com a mesma.



Construído sobre a tecnologia DVD, o novo algoritmo de compressão-descompressão (codec) áudio do Corona tem a possibilidade de oferecer seis canais de som surround na Web, com áudio de resolução completa.



A Microsoft argumenta que a nova versão do codec do Windows Media Video apresenta uma melhoria da eficiência de 20 por cento, comparativamente à versão anterior. Com a alteração, os utilizadores poderão ver vídeos no seu PC com uma qualidade idêntica à da televisão, utilizando ficheiros com metade do tamanho dos utilizados em DVD.



Para os programadores, a nova plataforma oferece extensibilidade no leitor, servidor e codificador através de um modelo plug-in. O kit de desenvolvimento de software possibilita que os programadores possam incluir compatibilidade media da Corona nas suas aplicações.



A versão beta do Windows Media Player 9 está disponível para download no endereço www.microsoft.com/windowsmedia e windowsmedia.com.



Durante esta fase o software está disponível em inglês. Com o lançamento da versão final, previsto para o fim deste ano, o Corona estará disponível em 26 línguas, nomeadamente em português.



Segundo declarações de Bill Gates, durante a apresentação da versão preliminar do Windows Media Player 9, a Microsoft dedicou três anos e 500 milhões de dólares ao desenvolvimento da plataforma de conteúdos multimédia digitais.



Notícias Relacionadas:

2002-07-15 - Microsoft prestes a revelar Windows Media 9 "Corona"

2001-12-13 - Nova tecnologia Corona para Windows Media revelada pela Microsoft

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.